sexta-feira, 2 de maio de 2014

Espaço de Gratidão: Dojo Harmonia

Quinta-feira, 7 de março de 2013.
Um café despretensioso. 
Um Bueno. Um Bonafé. 
Desconhecidos entre si, até o primeiro aperto de mão. 
O que era para ser um convite singelo, transformou-se em uma grandiosa parceria. 

Naquele momento, entrei em contato com a Harmonia. Mais tarde, no mesmo dia, conheci o Dojo - espaço-fruto de um arquiteto social, sonhador e inquieto.

A orquestra de minha jornada ganhou então uma série de novos acordes, melodias, vivências, práticas. 

Aikido, Arte e Movimento brindavam à vida em uníssono naquele local sagrado. 
Ali, encontrei meu espaço de respiro. 
Ali, dialogava facilmente com meu eixo, minha essência. 
Ali, tinha a sensação de que os anjos sempre sorriam a cada final de treino, quando sentávamos no tatame em círculo para filosofar sobre tudo. 

Não me importava que a viagem até lá demorasse 1 hora. Afinal, o que são 60 minutos de esforço perto de aprendizados com validade eterna? 

O que importava era encontrar os parceiros de treino, era apreciar o poder da rede, era me inspirar com cada gesto, cada respiração. O que importava era que a simplicidade de lá, fez-me dar saltos complexos na carreira, na vida pessoal. 


Não pude estar lá neste momento histórico. Pois, como diz Bueno: "está tudo caminhando conforme o imprevisto". E meu imprevisto (que é super saudável) não me permitiu acompanhar a mudança de perto. 

Só que precisava celebrar essa história, que faz parte da minha e deixar registrado um pouco do tudo que ganhei. 

Gratidão Bueno, por tudo. 
Gratidão parceiros de jornada, por tudo. 
Gratidão Dojo Harmonia, por existir. 

Seguimos conectados, com novas formas, novos meios, mas totalmente juntos nessa imensidão de BONS IMPREVISTOS. 

"A Bondade em Pessoa"

Um forte abraço,
Bona.